Um homem, de 61 anos, morreu eletrocutado na subestação da EDP, em Bragança, na sequência de uma descarga elétrica, esta quinta-feira, cerca das 10.00 horas, quando procedia à manutenção de equipamento.
Quando os Bombeiros de Bragança chegaram ao local o homem já estava morto. “Sofreu uma descarga elétrica na ordem dos 60 mil volts”, explicou José Fernandes, comandante daquela corporação.
O operário, conhecido por Matos, residia em Corroios, na zona de Almada, era funcionário de uma empresa prestadora de serviços à EDP que, desde o início do ano, está a realizar trabalhos em Bragança, adiantou uma fonte.  
A vítima mortal era o responsável pelos trabalhos e tinha grande experiência.  
Segundo José Fernandes, “os colegas de trabalho não encontram explicação para o acidente, uma vez que a energia estaria desligada, e o operário era muito experiente”.  
As causas do acidente estão a ser investigadas pela Autoridade para as Condições no Trabalho. O acidente coincidiu com um corte de energia na cidade.  


Fonte:Jn

Author Since: Jul 05, 2018

Related Post