Não categorizado

EMIGRANTE DE CAMBRES MORTO A TIRO NO BRASIL

António José Paula, de 39 anos, foi assassinado à frente da namorada. Já tinha sido ameaçado.
Cinco tiros certeiros no peito de António José Paula não ofereceram hipótese ao português, de 39 anos, ontem de madrugada, em Fortaleza, no Brasil. O emigrante, natural de Cambres, Lamego, mas que fez grande parte da vida em Viana do Castelo, era vendedor e foi assassinado em frente à namorada, que já foi ouvida pela divisão de homicídios da polícia. “Ela disse que desde segunda-feira que o namorado estava a ser ameaçado, mas não soube dizer porquê. Temos as nossas suspeitas, mas por enquanto ainda ninguém foi preso”, adiantou um porta-voz da divisão de homicídios.
António José Paula estava a caminhar quando dois encapuzados, de mota, se aproximaram. Dispararam logo na direção de José, atingido no tórax e nas costas. Morreu no hospital. “Para mim, foi um choque, apesar de não falar recorrentemente com ele. Queremos saber se isto foi um ajuste de contas ou se foi por ciúmes”, disse o pai da vítima, António Paula, de Santa Marta de Portuzelo, Viana. “Dizem-me que o meu filho era pacato e que toda a gente gostava dele”, acrescenta.
A vítima deixa um filho de 11 anos – está em Viana e ainda não sabe da tragédia – e já estava no Brasil há cerca de cinco anos. Vivia em Fortaleza.

Author Since: Jul 05, 2018

Related Post