Não categorizado

APREENDIDAS PLANTAS DE CANNABIS EM LAMEGO

Um jurista de 33 anos foi detido na terça-feira por militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Lamego por cultivar plantas de canábis num terreno agrícola, nos arredores da cidade. O suspeito, que se mostrou surpreendido pela investigação da GNR, já foi presente a um juiz no Tribunal de Lamego e condenado a pena de prisão, suspensa por oito meses, e ainda ao pagamento de 500 euros que vão reverter para uma instituição de solidariedade social. Segundo foi apurado junto de fontes ligadas ao processo, o jurista já estava a ser investigado pela GNR há algum tempo. “A investigação já decorria há algumas semanas. O homem estava referenciado por nós, uma vez que havia manifestado um comportamento suspeito”, adiantou uma fonte policial. Na terça-feira, os militares do NIC da GNR entraram no terreno agrícola, propriedade do indivíduo, e apreenderam seis plantas de canábis sativa em estado adulto que estavam dissimuladas entre outras plantas. O jurista detido foi ontem sujeito a um julgamento sumário no Tribunal de Lamego.

Author Since: Jul 05, 2018

Related Post