Não categorizado

HOMICÍDA DE TAROUCA ACUSADO

Atingida com pelo menos dois disparos, Leonilde Almeida, 49 anos, dona do café O Retiro do Abade, não resistiu aos graves ferimentos e morreu agarrada a uma grade de madeira. A mulher foi atacada a tiro por Benjamim Silva, de 53, dono do café Frade, estabelecimento rival e contíguo, a 6 de outubro do ano passado, em Tarouca. O atirador, em prisão preventiva, foi agora acusado pelo Ministério Público de Lamego de dois crimes de homicídio qualificado, um deles na forma tentada contra o ex-marido de Leonilde. Na origem do crime esteve a colocação de um gradeamento de madeira a separar as esplanadas dos dois cafés rivais. No dia do crime, Benjamim Silva, que também trabalhava como taxista, chegou ao estabelecimento do qual era responsável, cerca das 19h00, e começou de imediato a discutir com a vítima – que queria retirar as grades. Foi então que sacou de uma arma e disparou várias vezes. Ao ouvir os tiros, Delmar Matos, 52 anos, ex-companheiro da vítima, saiu do seu café e encontrou Leonilde já morta no chão. Ainda agrediu o homicida, mas acabou por ser atingido de raspão por um tiro.

Author Since: Jul 05, 2018

Related Post