Não categorizado

PJ DETÉM HOMEM EM LAMEGO QUE IMPEDIU ABASTECIMENTO DE ÁGUA PARA COMBATE A INCÊNDIO

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou nesta quarta-feira a detenção de um homem de 52 anos que terá impedido o abastecimento de água a um helicóptero que combatia um incêndio florestal na zona de Vila Nova do Souto D’el Rei em Lamego.
“Os factos ocorreram no dia 17 de Julho de 2016, cerca das 19h20, na freguesia de Vila Nova de Souto d’El-Rei, em Lamego, tendo o arguido, mediante a ameaça de arma de fogo — espingarda caçadeira —, impedido o abastecimento de água a um helicóptero do Centro de Meios Aéreos de Armamar em dois tanques da sua propriedade, situada próxima da área ardida”, revela a polícia num comunicado da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real.
A nota especifica que o suspeito está “fortemente indiciado pela prática de crime de incêndio florestal”, um ilícito previsto no artigo 274.º do Código Penal. O número 8 do respectivo artigo prevê que “quem impedir o combate aos incêndios” é punido com “pena de prisão de um a oito anos”.
O homem, manobrador de máquinas, vai ser presente a um juiz de instrução, que lhe irá aplicar as medidas de coacção que considerar adequadas.
A Lei de Bases da Protecção Civil determina ainda que “todos os cidadãos e demais entidades privadas estão obrigados, na área abrangida, a prestar às autoridades de protecção civil a colaboração pessoal que lhes for requerida, respeitando as ordens e orientações que lhes forem dirigidas e correspondendo às respectivas solicitações”. Ao recusar cumprir essas orientações, o cidadão incorre num crime de desobediência.
Esta quarta-feira, a PJ anunciou a detenção de mais um suspeito que terá ateado um incêndio florestal na madrugada de ontem em Vila Nova de Famalicão. Trata-se de um operário fabril de 56 anos que terá atirado “pedaços de madeira incandescentes” para terrenos anexos a uma zona habitacional. As casas e várias viaturas ali estacionadas só não foram afectadas “dada a pronta intervenção dos bombeiros”.
Desde o início do ano, a PJ deteve 17 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Author Since: Jul 05, 2018

Related Post