Não categorizado

QUATRO EMIGRANTES MORRERAM EM ACIDENTE

Quatro portugueses morreram este domingo num acidente de autocarro, numa estrada no centro de França.
Entre as vítimas mortais estão um casal e uma mulher do concelho de Vila Nova de Foz Côa. O acidente causou ainda três feridos graves e 25 ligeiros. Todos eram emigrantes.

Os passageiros são todos portugueses emigrantes na Suíça e que seguiam em direção a Genebra. Às 4.30 horas locais (menos uma hora em Lisboa), o autocarro da empresa “Rota das Gravuras”, que tinha partido de Portugal e recolhido emigrantes em Foz Côa, despistou-se na Estrada Nacional 79, na direção Mâcon-Moulins, num troço da RCEA (Estrada Centro Europa e Atlântico).
Conhecida como “estrada da morte”, por ser perigosa, já o ano passado 12 portugueses morreram naquela via, num choque frontal entre uma carrinha e um camião.

A causa mais provável do acidente deste domingo terá sido o gelo na estrada, causado pelas “temperaturas negativas” na zona.
O autocarro transportava 32 pessoas. Além dos quatro mortos, registaram-se ainda três feridos graves e 25 ligeiros, todos emigrantes portugueses. As vítimas menos graves foram recolhidas num ginásio da localidade de Charolles.
Cerca de 90 bombeiros foram mobilizados para o acidente ocorrido na “estrada do morte”.
O secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, adiantou que decorre já o processo de identificação das vítimas. Às famílias, o governante recomendou que contactem o consulado de Lyon e de Genebra, ambos a acompanhar o caso junto das autoridades francesas.


JN

Author Since: Jul 05, 2018

Related Post